Compesa se pronunciar ao girosocialb, e diz que as obras da adutora do Catimbau já voltaram ao normal e que o prazo final para conclusão é outubro de 2013.

Buíque:  Na última quinta feira (18) um oficio endereçado ao presidente da COMPESA, Sr. Roberto Tavares foi enviado pela redação do Giirosocialb solicitando as informações concretas sobre o andamento da adutora do  Catimbau , passados menos de 15 dias o gerente  da GNR Moxotó  Sr.Denis  Fernandes da S. Mendes  em resposta enviou o seguinte relato sobre a atual situação e andamento das obras no Município de Buique:
A obra  dos serviços  de ativação dos três poços do Vale do Catimbau , está em andamento, contemplado a adutora que irá aduzir água  destes poços para cidade do Buique, a montagem dos três poços, Estação Elevatória  e recuperação da Estação de tratamento de água, obra realizada em regime de urgência devido ao colapso no abastecimento da cidade com previsão para o termino para outubro de 2013. Enquanto isso a cidade está sendo  abastecida por 14 carros pipas, estes poços serão responsáveis  por 40% da demanda  de Buique, e quando a barragem do Mulungu sair do colapso, o sistema será capaz de atender 100% da população da cidade. Segundo Denis Fernandes, a Obra sofreu um atraso devido a embargo  realizado pelo ICMBiO, o que impediu a COMPESA de realizar obras num raio de 3 Km do Catimbau,mas todos os entraves  já foram  resolvidos  e a obra estar com seu andamento normal.

Com as chuvas que caíram sobre a cidade de Buique, a barragem do Mulungu captou um pouco de água, o que proporcionou com que a COMPESA  reativasse a ETA Guanunby, voltando a abastecer os distritos do Tanque e são Domingos, favorecendo em torno de 1.500 habitantes num rodízio de 24 horas com abastecimento  e24 horas sem, ainda de acordo com o gerente da OMPESA, o atual volume de água da barragem não é suficiente para abastecer a sede do município de Buíque.
Tecnologia do Blogger.