Cidades com menor IDH de Pernambuco como Manarí, Itaíba e Jurema são marcadas por corrupção

A pobreza das cidades de Manarí, Itaíba, e Jurema , todas no sertão do estado ,região de altíssimo  e subestimado  potencial  índice econômico e turístico  no estado, estar ligada a uma historia  política marcada por denuncias de desvios e improbidade administrativa.
Manarí a pior de um estado que abriga 184 municípios, alguns deles sem musculatura  para ser ao menos um povoado, uma cidade de região bonita pela natureza  esbeldante com serras e planície que ofuscam  a vista de tanta beleza ,mas castigada bem ainda mais castigada pela má fé política do que pelo sol,faz parte dos dados  midiáticos e cruéis  recentemente  divulgados  pelo programa das Nação Unidas para o desenvolvimento (Pnud), fazendo com que no ranking do Índice de Desenvolvimento  Humano Municipal (IDHM), Manarí é a única em Pernambuco a possuir um ponto vermelho, indicando seu lugar de “muito baixo desenvolvimento cravado em 0,487 superando os índices anteriores que eram de 0,499”.
Para entender essa triste realidade e o por  que  da cidade de Manarí no sertão do estado  ter  recuperado  um titulo que não é bom para o município, o Jornal do Comércio  em circulação neste domingo apurou que o Tribunal de  Contas da União (TCU) em 2010 condenou o ex prefeito  José Vieira Pereira a devolver  R$ 126,225,00 ao Fundo    Nacional de Desenvolvimento da  Educação(FNDE). De acordo com a reportagem, o dinheiro foi transferido pelo governo federal  para comprar de um ônibus escolar, coisa que não aconteceu(acórdão nº 4875/2010, processo 015.181/2008-6.


Continuando ainda a reportagem  do JC  que vai publicar  a atual  situação  de Itaíba e Jurema diz que “Santo Vieira “ também esteve envolvido , em 2006,  com a operação  Carcará Negro da Policia Federal, na qual em Manarí 06 pessoas foram presas  por conta de um desvio de  quase R$ 2 milhões da prefeitura .
Tecnologia do Blogger.