Fazendeiro acusa noiva de promotor pelo assassinato em Itaíba

O fazendeiro Zé Maria, suspeito de ser o mandante da morte do promotor Thiago Faria, gravou um vídeo, exclusivo para a TV Jornal, no qual acusa a noiva da vítima de ter envolvimento no crime. O fazendeiro, que está foragido há mais de três meses, disse que a advogada Mysheva Martins pagou os executores do crime com o dinheiro de gado pertencente ao promotor, que foi vendido na semana posterior ao assassinato.
De acordo com Zé Maria, o veículo do Thiago foi parado no acostamento a pedido da noiva para que os pistoleiros matassem o noivo. Após o homicídio, um casal teria oferecido ajuda a mulher, que recusou. Ele disse também que  a noiva tinha interesse no dinheiro do promotor, já que, um dia após o enterro, entrou com um pedido de união estável.
O fazendeiro criticou a atuação da polícia, que não teria ouvido o depoimento dele, e disse que, se o pedido de prisão provisória dele for revogado pela Justiça, ele se apresenta para prestar depoimento. Zé Maria está em um esconderijo há mais de 3 meses, desde que foi apontado como mandante do crime. O cunhado dele, Edmacy Ubirajara, chegou a ser preso e passou dois meses no Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), de onde saiu em dezembro.


Fonte: TV Jornal
Tecnologia do Blogger.