Sábado Violento em Serra Talhada, deixa cinco mortos, e duas tentativas de homicídios .

A cidade de Serra Talhada que fica localizada no sertão do estado estar vivendo um clima de terror e insegurança  devido uma serie de assassinatos em serie que  começou na madrugada deste sábado com  três assassinatos , sendo um duplo  homicídio .
De acordo com a Policia Civil, as execuções  ocorreram nos bairros São Cristóvão e Tancredo Neves que ficam próximos. Na primeira localidade, Eliane Pereira Lima, 27 anos e Antônio Ferreira Lima 33 anos foram vítimas do primeiro duplo homicídio do dia que aconteceu por volta das 3:30 da madrugada na Rua Polivalente. Eles foram mortos a tiros.
Pouco tempo depois, no bairro Tancredo Neves, Olimpio Pereira Junior, 39 anos foi baleado na Rua Lindalva Nunes, socorrido chegou ao HR de Serra Talhada, mas não resistiu aos ferimentos vindos a falecer no local.
Continuando a onda de violência na cidade, mas duas tentativas de assassinatos  aconteceu  no bairro Bom Jardim nas ruas  2 e 4 as vítimas que não tiveram seus nomes revelados  também foram socorridas, o estado de saúde bem como a unidade médica não foram revelados.
Bem o dia ainda não tinha terminado, já na tarde do mesmo sábado (22) mais um duplo homicídio  aconteceu  sendo que desta  vez na zona central da cidade na bairro Nossa Senhora da Penha em frente ao  bar de Joãozinho. De acordo com a primeiras informações dois  homens  ainda não identificados também foram alvejados com vários tiros que atingiram o rosto e o tórax.
Com estas execuções, sobe para 17 o numero de assassinatos  ocorridos em Serra Talhada em pouco mais de  dois meses . Em Janeiro foram registrados três mortes, em fevereiro seis,e agora em março já foram oito. A onda de homicídios que tem tomado a cidade de Serra coloca em xeque a agilidade das  autoridades públicas,e da própria justiça em conter os avanços e o gravíssimo clima de insegurança que vem aumentando dia após dias.

Informações subtraídas do JC Online e do Blog Arcoverde Repórter.  
Tecnologia do Blogger.