Eleição para presidência na câmara de vereadores em Buíque foi antecipada de janeiro de 2015 para o próximo dia 15 com a criação do G4

Como na política neste país tem seus cantos e desencantos, em Buíque no agreste do estado não poderia deixar de ser muito diferente, principalmente quando o assunto em pauta se diz respeito ao poder, poder esse que leva os homens e mulheres travarem batalhas inexplicáveis pelo bem e pelo mal onde no final sempre sairá um vencedor onde por um longo, ou curto período passará a comandar um grupo, ou uma população cujos interesses são os mesmo o  do bem estar de sua população por eles representados.
Como nem sempre manda quem pode e obedece quem quer, a reunião dos vereadores Buiquenses que deveria ter acontecido na última terça feira (08) aconteceu na manhã desta sexta-feira (11) no plenário da casa Jorge Domingos Ramos, o motivo simples dessa transferência justificou-se pela antecipação da votação de um projeto de resolução aprovado por 10 votos favoráveis, contra 03 ao contrário a antecipação para presidência da casa e sua mesa diretora para o biênio 2015-2016.
Articulador nato com uma vasta experiência de vários anos na política da cidade de Buíque, o vereador Rômulo Camelo deixou a sessão ser conduzida com todos os indícios que davam a entender que não seria oposição, inclusive votando e dando seu parecer favorável a antecipação das eleições presidenciáveis da câmara de 1º de Janeiro para a próxima segunda feira (14) ás 10 horas da manhã.   
Contra a antecipação de 1º de janeiro de 2015 para 15 de Abril de 2014 da eleição na câmara de vereadores, apenas Damião Tomé, Vanildo Almeida Cavalcanti(Dodo) e Felinho da Serrinha votaram já a outra dezena incluindo o atual presidente e candidato á próxima, André de Toinho.
Ao serem indagados por que votaram contra ao projeto de resolução o vereador Dodo disse o seguinte: Toda matéria tem que ter seu prazo de fundamento da lei, sou contra aquilo que aparece de última hora, inclusive já foram várias emendas para interesses de presidente de câmara e quando o assunto e reeleição eu sempre fui contra. Enquanto isso Damião Tomé disse que votou contra por uma questão de opinião própria em não concordar com a antecipação da eleição. Já o vereador Felinho da Serrinha não emitiu nota a imprensa e nem se pronunciou sobre o caso.
www.Girosocialb.com
Continuando ainda  tratando de eleições para presidência da câmara de vereadores do município de Buíque, o melhor ficou para o final, quando tudo dava a entender que Rômulo Camelo estava entre os dez que apoiariam e reeleição do atual presidente André de Toinho para surpresa de todos o próprio Rômulo anunciou sua oposição desfazendo boatos que teria ganhado algumas benefícios pessoais  para apoiar o atual presidente André  e automaticamente já se juntou aos três vereadores que votaram contra o projeto de antecipação das eleições na casa  lançando oficialmente o G.4 e se lançando a candidato de segundo secretário na eleição da próxima segunda feira.

Politicamente analisando a situação depois de formação do  G 4(Grupo dos Quatros), composto pelos vereadores, Dodó, Rômulo Camelo , Damião Tomé e Felinho da Serrinha, entende-se que o atual presidente da câmara  e candidato à reeleição André de Toinho continua numa situação favorável por que  ainda tem a seu favor aparentemente os outros 9 vereadores o que se isso acontecer lhe garante uma reeleição tranquila independente de qual quer situação ou imprevisto que por ventura possa acontecer na próxima terça feira(15) dia do desfecho final dessa novela que teve seus capítulos antecipados em Buíque.  

Tecnologia do Blogger.