Na câmara de vereadores em Buíque, o que você tem mais a nos dizer Mister Rômulo.

Passados exatamente oito dias depois da última reviravolta com as eleições na câmara municipal de Buíque, na qual todas as fixas eram apostadas na reeleição do então  e atual presidente, André de Araújo Bezerra,(André de Toinho), inevitavelmente não procurar entender de certo quais foram os reais motivos que de uma hora pra outra fizeram alguns dos seus fiéis eleitores , nesse caso alguns dos  nove vereadores, os quais tinha confirmado seu voto dando-lhe a certeza de que seria reeleito  com possíveis mudanças com uma nova mesa diretora por mais dois anos, onde para alegria de uns e tristeza de outros  em cima da hora não aconteceu ficou mais do que bem claro que por traz dessa manobra política alguém deu uma de Mister M, mesmo que não tenha dito a sua famosa frase, “ O que você tem mais a nos dizer Mister M”.
Analisando cada frase de um assunto que tomou conta das rodas de amigos, das redes sociais que foi a derrota da quase certa reeleição de André de Toinho, mesmo que não fosse o mago do ilusionismo alguém tinha que entender e decifrar o que rolou por traz dos bastidores começando pela última sessão, onde na qual foi votado e aprovado a antecipação das eleições ao pleito de presidente, vice presidente, primeiro secretário e também do segundo secretário da casa Jorge Domingos Ramos.  
Lida a ata na última sexta feira 11 de Abril e aprovada pelos colegas pares, sem muito discurso iniciou-se a votação pela antecipação da eleição definindo-se para terça feira seguinte, dia 15, enquanto  alguns dos vereadores  estavam convictos de que Rômulo Camelo votava e apoiava a chapa de André para reeleição no termino da reunião automaticamente Rômulo solicitou a palavra que então lhe foi dada, e para surpresa ali mesmo  em plenário em voz alta anuncio seu rompimento com o grupo de presidente aliando-se ao grupo de Felinho da Serrinha composto  pelos vereadores Dodó, e Damião Tomé, inclusive em tom bem alto disse que ali se formava o G4 e que sabia que eram minoria e  que não tinha chances, mas perdiam com dignidade, quem acreditou se enganou por que justamente ali naquele exato momento começava uma nova história movida por articulações que foram   minuciosamente planejadas com detalhes riquíssimos de quem não dorme quando o assunto é política  dias e noites initerruptamente.

Agora diga se de passagem que quando o assunto é política, se não puder com o inimigo, junte-se a ele, principalmente nas eleições, por que Buíque é grande um celeiro cheio de mestres que são capazes de ressurgirem das cinzas com uma fênix, que o diga o saudoso vereador Til In memoriam outro mestre sábio que deixou uma lacuna cheia de saudades mas ensinou á muitos como ganhar uma eleição, principalmente de presidente da câmara posto que quando em vida ocupou por várias vezes.  
Titulo e Texto: by Adauto Nilo
Tecnologia do Blogger.