Em Buíque no sertão do estado decepcionado com os últimos resultados das eleições de presidente, vereador procura seus erros e se diz estar pensando em renunciar seu mandato à partir de janeiro de 2015

A 12ª reunião dos vereadores da casa Jorge Domingos Ramos, ao que tudo indica mais uma vez durou menos de meia hora, exatos 18 minutos e 35 segundos com apenas um requerimento apresentado em caráter irrevogável e irretratável que foi lido em plenário junto ao oficio de Nº 010/2014 de renúncia do cargo de 1º  secretario expedido pelo vereador Felinho da Serrinha deixando a disposição do seus colegas de plenário a quem pudessem interessar.  
Como a população já estar acostumada passar momentos de fortes emoções na política em Buíque, sempre estão atentos aos novos acontecimentos que por ventura poderão surgir pela frente e por coincidência ou não um novo capitulo surgiu na reunião desta última terça feira(06) prometendo não ter um grande final feliz.   
Desiludido da política, e ainda procurando entender onde foi que errou, sendo literalmente derrotado nas últimas eleições para presidente da câmara onde perdeu por sete votos a seis  o cargo de presidente no próximo biênio 2015/2016 para Felinho da Serrinha, André de Toinho em sua primeira aparição depois de sua derrota com palavras silenciosas parabenizou seu adversário pela vitória e quase como um desabafo admitiu que entre todos os mandatos do ex presidentes  que por ali já passaram, a sua gestão foi a  que teve mais confusão e foi mais além: “ Mais  do que  decepcionado” em poucas palavras disse olhando para o próximo presidente, nesse caso Felinho, que iria continuar seu mandato de vereador e presidente por que iria lhe repassar a presidência da casa, mas que segundo André estaria imaginado em renunciar seu mandato de vereador já em janeiro de 2015, assim como fez colega   renunciando o cargo de primeiro secretário.

E por falar em primeiro secretário, já que a câmara não pode ficar sem o 1º secretario conforme manda o regimento interno da casa, o vereador Rômulo Camelo que detém o apoio da maioria da casa Jorge Domingos lançou-se como candidato único ao cargo que estar  vago até a próxima reunião onde  tudo indica que haverá uma nova   eleição ao pleito de 1º Secretário da era André de Toinho. 

Tecnologia do Blogger.