Em pleno período de copa do mundo, a vila do catimbau em Buíque ganha investimentos em obras de saneamento e já apresenta 90% de suas ruas calçadas

Que a cidade de Buíque e promissora e tem um grande potencial, disso não tenha dúvida, que estar em pleno desenvolvimento, quanto a isso é claro e evidente, basta dar um   giro na própria sede do município e se estender aos povoados e distritos para comprovar o quanto estão sendo investidos em obras e infraestruturas que visam vários benefícios a população enquanto a isso, é fato.
Um exemplo especifico no atual momento são as obras e investimentos que estão desapontado na Vila do Catimbau, um povoado que tem um potencial turístico de causar inveja a qualquer cidade de grande porte, e que até então estava meio esquecido a muito tempo sendo beneficiado apenas com algumas obras que não causou grande impacto nem resistiu ao tempo como por exemplo a construção da única quadra poliesportiva deixada pela gestão anterior.
Verdade seja dita, e suas imagens são mais que provas suficientes, atualmente a população que ali reside estão vivenciando uma demanda notável de investimentos em obras que certamente irá mudar a história de vida de cada um, projetos elaborados a pedido do chefe do executivo Municipal, Jonas Camelo comtempla a vila com uma quadra poliesportiva coberta, reformas e ampliações nas principais escolas municipais, construção de um PFS além do calçamento com  90% das ruas  que já estão concluídos, sem dúvida é fato.    

Como nem tudo que ainda reluz é ouro, no município ainda existe pontos que requer um certo tipo de atenção por parte da administração pública municipal, mas como para tudo tem seu tempo, de acordo com o coordenador geral de gabinete, o ex vereador Ronaldo Andrade , e necessário entender que se dependesse de cada um que faz a atual gestão , tudo  poderia ser muito diferente, mas que nem sempre as coisas acontecem como se prever, hoje todos os municípios Brasileiros sofrem com a queda do FPM, e com essa queda e entendível que algumas obras em construção no município seja adiadas para  serem concluídas uma vez que não só Buíque, mas  também outras centenas de cidades dependem de recursos oriundos de outras fontes, entre elas, o Fundo de Participação dos Municípios, o que acredita o coordenador que esses atrasos nos repasses e só uma questão de tempo.   
Tecnologia do Blogger.