Armando Monteiro: "Um bom governo começa com uma campanha limpa"

Em respeito aos cidadãos que estão cada vez mais incomodados com o excesso do material de campanha que tem tomado as ruas do Recife e Região Metropolitana, os candidatos da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (governador), Paulo Rubem (vice) e João Paulo (senador) decidiram retirar todas as peças publicitárias em cavaletes e em bandeiras com bases fixas na RMR.
 
A campanha de Armando e João Paulo também vai limitar o uso de carros de som durante a semana. Os candidatos buscam estabelecer um novo padrão de comunicação na campanha eleitoral, priorizando a apresentação de propostas em contraponto ao grande volume de material exposto nas ruas, que geram poluição visual e sonora, além de transtornos à mobilidade. A decisão está em consonância com o desejo de uma campanha limpa no Estado.
 
A decisão foi anunciada por Armando, Paulo Rubem e João Paulo nesta segunda-feira (21). "Um bom governo começa com uma campanha limpa", assinalou Armando. Na semana passada, a coligação Pernambuco Vai Mais Longe propôs um acordo com a Frente Popular, do candidato Paulo Câmara (PSB), para respeitar as pessoas, mudando o material publicitário no Recife e na Região Metropolitana. Porém, a sugestão foi rejeitada veementemente pelo socialista e seus aliados.
 
Agora, no lugar dos cavaletes e bandeiras com bases fixas, a chapa de Armando e João Paulo vai utilizar meios com mais mobilidade, plasticidade e criatividade, de modo a interferir menos no cotidiano das pessoas. O novo material vai ganhar as ruas nos próximos dias. Quanto aos carros de som, a coligação vai limitar o uso da propaganda das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e nos fins de semana, das 10h às 17h. A legislação atual permite a circulação de carro de som das 7h às 22h. A medida vai reduzir a execução do material sonoro em 41 horas semanais, gerando mais conforto à população. Os carros também circularão com um volume abaixo do já estabelecido pela legislação eleitoral.  
 
"De forma unilateral, estamos assumindo essa decisão de sairmos das calçadas na Região Metropolitana e vamos passar a utilizar um novo padrão de publicidade, com a utilização de meios muito mais corretos do ponto de vista do respeito à cidadania, com fórmulas criativas, mais mobilidade e com uma publicidade que vai além do padrão convencional para comunicar o conteúdo de propostas da coligação", detalhou Armando Monteiro. O material já foi retirado das ruas.
 
Para João Paulo, a decisão estratégica é um marco significativo nas campanhas eleitorais e vai ser uma referência nacional a partir de agora. "Esta decisão passa a ser um novo patamar para a comunicação política, principalmente nos grandes centros do Brasil. É uma atitude corajosa, de quem aposta no novo e, acima de tudo, está em consonância com a sensibilidade da nossa população", refletiu o candidato a senador.
 
Paulo Rubem, candidato a vice, lembrou que o conteúdo do novo material publicitário vai estar conectado com os levantamentos realizados durante as plenárias do projeto Pernambuco 14. O programa mobilizou mais de 26 mil pessoas e coletou mais de 5 mil propostas, em 14 reuniões em todas as regiões do Estado. "Queremos intensificar a comunicação em função do conteúdo e das propostas de campanha. Com esse conteúdo, vamos ocupar as ruas mostrando as propostas, de forma mais plástica, móvel", enalteceu o pedetista.
Tecnologia do Blogger.