Especial: Eduardo Campos, seu legado, sua história, sua vida, sua família

Pernambuco e o Brasil está de luto por que liderança não se improvisa, liderança é fruto de uma infatigável dedicação e lutas pelos seus objetivos   em prol de uma nação.
Talento perseverança e dedicação ao que sempre fez, e por sinal muito bem feito transformando sonhos em realidades são talentos são atributos a pessoas que parecem nascidas e talhadas a possuir e assim por diante........
Com a morte repentina de forma imaginável, Eduardo Campos aos 49 anos de vida deixa seu estado, seu país com o sentimento de perda irreparável composta por   um homem que se vai e junto com ele todas as esperanças de mudar seu país.
Detentor de uma intelectualidade imaginável, herdou do seu avô o dom de uma política transparente cheia dos atrativos cujo objetivos foram sempre mudar a vida dos excluídos socialmente lhes transportando para um mundo com outra realidade cheio de oportunidades. 
Sua habilidade, seu magnetismo pessoal sempre causou fortes impressões naquelas pessoas que um dia tiveram a chance de lhe ver, de ganhar um abraço ou de ouvir sua voz que soava por igual seja numa reunião com altos executivos ou até mesmo com o mais simples sertanejo em tempos árduos de seca nos sertões nordestinos.
Eduardo Campos viveu intensamente cada segundo de sua vida lutando pelas suas ideias e nossas esperanças, vida esta que por capricho do destino deixou o mundo estarrecido pela sua partida   em plena terça feira(13) com mesma dimensão do seu viver,
Pernambucano de corpo e alma, Eduardo Henrique Accioly Campos nasceu aos 10 de agosto de 1965, graduado em economia pela UFPE aos 20 anos concluiu sua faculdade, neto do também político Miguel Arraes de Alencar, desde de cedo conviveu com nomes emblemáticos da política local e nacional de onde aprendeu como ninguém fazer o que mais marcou seus 49 anos de vida uma política de transformações e ideologias  que foram capazes de transformar seu estado durante seus  três mandatos de deputado federal, Ministro da ciência e Tecnologia  seguido pelo   de  governador  que durou  entre 1º de janeiro 2007 a 04 de abril de 2014.

Eduardo se foi deixando uma família órfã de pai mas acalentados pelo amor que sempre foi iluminado pelo azul cristalino dos seus olhos, casado com Renata Campos com quem dividiu suas conquistas e vitorias, assim como a dor da partida deixa saudades para seus filhos, Maria Eduarda (22) João Henrique (20) Pedro Henrique (18) José Henrique(09) Miguel o caçula da família nascido recentemente.

Tecnologia do Blogger.