Resultados das Eleições em Buíque dão demonstração de que o eleitor estar buscando sua independência politica do voto livre.

Em Buíque no agreste do estado, os resultados  das eleições 2014  serviram de comprovação de que a maioria dos  eleitores  já não estão mais alienados  a nem uma liderança politica, mas sim em suas convicções  de liberdade e de escolha própria.
Com um eleitorado de 36.844, apenas  17.880   (71,56%) de votos foram apurados, enquanto 10.477( 28,44) não foram apurados , com uma abstenção de 8.487(32,19%) apenas 17.880 (67,81%)   compareceram as urnas neste domingo aonde 1.831(10,24%) dos eleitores votaram embranco  e outros 786(4,40%) anularam seu voto.

Diante do resultado favorável a candidatura de Armando Monteiro, que apesar de não ter vindo a capital do vale e não ter  nem um politico no município  lhe apoiando , o povo de Buíque começou mostrar  sua independência politica  ouvindo o chamado de Lula, igual  fez o povo Egito quando ouviu o chamado de Moisés  para sua liberação da vida escrava que levava no país.

Se de um lado os resultados foram favoráveis, de outro  serviram de exemplo para o prefeito Jonas Camelo e seu grupo subdividido  aonde todos os indícios lhes davam a certeza de que seus Deputados, inclusive o Federal  seria majoritário dentro do município , o que não aconteceu  ficando em segundo lugar atrás de Zeca Cavalcanti.
Drª Mônica

Resultados a parte; as eleições no município transcorreram dentro de suas normalidades sem nem um incidente, de acordo com Drª Monica Wanderley  Juíza eleitoral da comarca de Buíque.

Ao contrario das eleições municipais, apenas os  presidentes das mesas compareceram ao cartório eleitoral para entregar os resultados das 106 seções espalhadas pelo município, com o apoio de Policia Militar que esteve durante todo tempo fazendo a segurança  por volta das 20:30 foi contabilizado todos os votos da 60ª Zona eleitoral isso por que devido as chuvas as urnas do distrito do catimbau foram as últimas a chegarem seguidas pelas de Tupanatinga. 

Tecnologia do Blogger.