Violência Ex Presidiário agride companheira com socos e pontas pés, e ainda perfura seu rosto com um espeto de assar carne em Buíque agreste do estado.

Quando se diz que a bruxa anda solta em Buíque no agreste do estado alguém pode ate ter suas duvidas mas as circunstâncias dos fatos e as formas pelas quais estão acontecendo  não deixam   sombra de duvida que o município atravessa um período muito violento.  
Na manhã desta terça feira,(21) por voltas das 9 horas a policia militar registrou mais um caso de violência e atentado contra  Marluce Maria da Silva, com aproximadamente 50 e poucos anos de idade residente na Rua Eronildes José da Silva na vila São José.
De acordo com a policia, o agressor Luís que atende pela alcunha de Mano Brau  que também e ex presidiário , tentou contra a vida de sua companheira  lhe desferindo socos e pontas pés  causando-lhe algumas perfurações oriundas de um espeto de assar carne.
Com a chegada  de uma viatura da Policia Militar e mais duas do GATI, o agressor  de posse de uma foice foi localizado sentado em cima de um primeiro andar e ao avistar os policiais tentou agredir alguns membros da corporação  que os detiveram sobre luta corporal.
Na luta entre Luís e alguns policiais o agressor sofreu apenas algumas perfurações no couro cabeludo que sendo levado para  a casa de saúde  para os primeiros socorros em seguida depois do flagrante lavrado  encaminhado ao Presidio Brito Alves na Cidade de Arcoverde.
Enquanto isso, ainda de acordo com alguns profissionais da saúde do município de Buíque, Marluce Maria  da Silva deu entrada na  mesma unidade de saúde desacordada  com vários sintomas de agressão, principalmente com marcas de sandálias pelo rosto o que leva a crer que a mesma foi pisoteada além de  seis perfurações  entre o rosto e o pescoço.
Prestado os primeiros socorros já que o estado da vitima era grave, a mesma  foi transferida para o hospital da restauração no  grande Recife  aonde  permanece  internada.

Foto: Arquivo da familia
Tecnologia do Blogger.