Problemas a vista: Veiculo pertencente a câmara de vereadores de Buíque, estar prestes a ser levado a leilão publico por que seu condutor se envolveu em acidente e abandonou o veiculo sem prestar socorro a vítima que invadiu a contramão em Bezerros.

Quando o assunto no  país é o dinheiro e  os bens públicos dificilmente se entende  o por que  não se cuida como deveria ser cuidado daquilo que por direito e da população que  paga seus impostos em dias  e muito pouco é servido por aquilo que deveria estar a sua disposição quando necessário fosse.
Em Buíque no sertão do estado   quem precisar fazer uma viagem  de urgência  e precisar do veiculo pertencente a câmara de vereadores  do município  que foi comprado  e é abastecido com o dinheiro publico vai ter que esperar mais uns dias, isso por que desde do ultimo  domingo 28 de setembro   o  único veiculo que deveria estar a disposição dos vereadores para atender a população  encontra-se apreendido no pátio de Policia Rodoviária Federal  na cidade de Bezerros devido ter sido atingindo por um motoqueiro que invadiu a contra mão de direção no Km 102,1 da BR 232.
De acordo com a analise  feita pela P.R.F , O condutor da motocicleta Albério Jose dos Santos , 28 anos de idade   portando lesões graves foi socorrido pela equipe do Samu de Bezerros e transferido para o HRA aonde chegando lá foi constatado através do teste de bafômetro 0,57  MG/L  de álcool , enquanto isso o condutor do  veiculo Fiat Uno pertencente a câmara de vereadores  abandonou o veiculo no local e não se apresentou  para fornecer dados que  serviria de informações para preenchimento da ocorrência.
Como o fato aconteceu  no domingo, 28 de setembro,  o CTB,( Código de Transito Brasileiro art 328) diz que se o veiculo não for retirado  dentro do prazo de 90 dias, o veiculo poderá ser levado a leilão publico , sendo que acrescidas eventuais despesas com remoção e estadia.

Já que o limite de 90 dias se excedeu no ultimo dia 28 de Dezembro passado, procurado pela redação do portal Girosocialb o  presidente recém empossado   Felinho da Serrinha disse que não tinha conhecimento do caso, e só veio a saber quando solicitou o veiculo   para ficar a disposição da câmara de vereadores, entretanto  adiantou que na próxima quarta feira, (07)  estará seguindo ao Posto de Policia Federal acompanhado do advogado da casa para  regularizar a situação e retomar a posse do veiculo que diante das circunstâncias  só poderá  ser liberado   diante do pagamento dos encargos, e com a presença do condutor que até o momento não se sabe ainda quem é.  
Tecnologia do Blogger.