Carnaval 2015 e Concurso Publico, dois assuntos de interesse da população Buiquense formam pauta na entrevista do prefeito Jonas Camelo.

Depois de tantas expectativas, em fim no inicio da tarde desta quinta feira, (05)  a população do município de Buíque  teve de fato a certeza  de que, para alegria de uns e a tristeza de outros  realmente vai haver carnaval ,o que  de uma vez por todas acabou-se  o mistério  da programação  durante uma entrevista dada ao radialista Rodrigo Andrade pelo prefeito Jonas Camelo  que durou menos de quarenta minutos  que não foi o suficiente para o entrevistado   tirar todas as duvidas dos ouvintes  sobre  o tão polemico e comentado  carnaval 2015 entre outras ações que estão sendo planejadas e que devido ao  pouco tempo disponível não foi o suficiente para sua divulgação.
Além da  pauta em   si estar  direcionada ao folia do rei momo que acontece de 14 á 17 na capital do vale, o entrevistador  aproveitou o momento  para entrar em outro assunto  que além de importante vem de encontro com as necessidades de informações pertinentes a atual situação  de como será o rumo das obras, quais são os próximos investimentos, e o que o próprio chefe do executivo tem a dizer.
Diante dos microfones e acompanhado pelo  seu coordenador de gabinete, Ronaldo Andrade Jonas antes de falar do carnaval  falou das obras ade saneamento básico, uma vez que enquanto é uma obra  de extrema necessidade  para a população  com a mesma proporção estar causando transtornos a população  enquanto estiver sendo executada, mas todo esse transtorno se reverterá em benefícios, inclusive a saúde quando estiver  finalizada.
Continuando ainda na linha das obras, Jonas citou  algumas  que estão prestes a serem concluídas, e outras que já tem datas marcadas para começarem como por exemplo o tão sonhado pátio da feira aonde um novo açougue será construído  atendendo as exigências e normas da vigilância sanitária, o que em definitivo irá acabar com todo transtornos  na vida de cada  marchante que atualmente comercializa carnes no antigo e atual açougue.
Como o assunto em si na entrevista não era somente o carnaval, o prefeito fez questão de trazer  novas esperanças anunciando que na próxima segunda feira enviará ao poder legislativo um projeto de lei  para analise e votação dos vereadores criando novos cargos efetivos dentro do próprio município  para dar mais sustentabilidade a implantação do tão desejado concurso público.
Quando o assunto mudou de rumo e passou a ser o carnaval Jonas  foi  em sua concepção foi bem claro e objetivo  em suas justificativas: O pais em si hoje atravessa uma crise daquelas imagináveis que estar refletindo em todas as prefeituras Brasileiras, e Buíque  faz parte desta lista, precisamos entender  que hoje  o município não detém o mesmo poder financeiro de antes por que o FPM vem caindo cada vez mais o que  estar nos impossibilitando de realizarmos um carnaval a altura dos anteriores feito com recursos públicos por que temos que  o tribunal de contas  as recomendações do Tribunal de Contas são desfavoráveis a realização do carnaval pela prefeitura, não podemos de forma alguma passar por cima das leis, afinal as leis foram feitas para se cumprir e por isso eu como gestor municipal não posso passar por cima, tenho que obedecer as exigências das recomendações feitas pelo tribunal publicadas no Diário Oficial em 24 de Dezembro passado   que por sinal são muitas o que tornou-se inviável  fazer um projeto  cheio de detalhes e exigências em tão pouco tempo.

Como a prefeitura não pode fazer o carnaval em 2015, e como não houve tempo suficiente para buscarmos parcerias com o governo  do estado e Fundarpe,  conhecendo agora todas as exigências para que o município se enquadre dentro dos padrões exigidos, já estamos  elaborando projetos para a festa de emancipação politica e o nosso tradicional São Pedro para não mais acontecer o que aconteceu, termos que fazer um carnaval sem nem uma participação do município, e sim buscando   parcerias com  alguns amigos para realizarmos uma festa direcionada a população Buiquense sem grandes atrações, isso por que para realizar esses  quatros dias de folia estamos  contando com nossos amigos e parceiros que graças a Deus não estão de forma alguma  estão se negando a contribuir por que sabem que a prefeitura não pode fazer. 

Tecnologia do Blogger.