De Idade Nova, Soraya Viera além de ser parabenizada, recebe justas e sinceras homenagens

Como relembrar a melodia da música que se gosta... Como gargalhar sem ter em mente nenhuma proposta... Como recorrer a detalhes daquele ser ausente...
 Como fazer de um simples momento um grandioso presente. Como imaginar-se no futuro na mesma sintonia fraternal... Como unir os pensamentos buscando aquele ideal... Como sentir-se alegre sem ter motivo... 
Como não limitar-se para deixar bem vivo. Como refletir na ambiguidade do movimento interpretado no agora... Como permitir a felicidade sem ter certa hora... Como ouvir ajuda no silêncio que não se escuta...
 Como comunicar-se numa linguagem oculta. Como tentar definir o incompreensível...
 Como aguçar o desejo de enxergar o invisível... Como confiar de olhos fechados no caminho não explicitado... Como descobrir a sensação de ser amado.
Como não agradecer a Deus no mais  profundo pensamento pelo simples fato de você existir neste mundo cheio felicidades  onde sua simples existência e o mais belo prazer de viver.

Parabéns, menina, mãe, esposa e amiga Soraya Vieira.
By Adauto Nilo
Tecnologia do Blogger.