Polícia Civil prende três acusados de envolvimento na chacina de Poção

Três pessoas foram presas acusadas de participação no brutal crime que vitimou quatro pessoas em Poção, Agreste do Estado, no último dia 6 de fevereiro. A prisão ocorreu nessa sexta-feira (27). As vítimas eram três conselheiros tutelares e uma mulher, atendida pelo serviço, e que estava no mesmo carro.

Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária. Bernadete de Lourdes Britto Siqueira Rocha, 52 anos, e seu filho José Cláudio de Britto Siqueira Filho, 32 anos, são acusados de terem mandado executar o crime. Os dois são naturais de Arcoverde e seriam avó e pai de uma criança que foi resgatada pelo Conselho Tutelar, horas antes da chacina.

O suspeito de ter executado o crime, cujo nome não foi revelado, também foi levado pela polícia. Na nota foi informado que as investigações continuam até a conclusão do inquérito. Mais informações serão divulgadas em data ainda não definida.
CASO - O crime aconteceu quando os conselheiros - Lindenberg Vasconcelos,  Daniel Farias e Carmem Lúcia da Silva - foram pegar uma criança que vivia com o pai, que perdeu a guarda da filha para a avó materna da criança, Ana Rita Venâncio. Quando os conselheiros, a avó e a criança estavam no carro do Conselho Tutelar o veículo foi emboscado e alvejado. A criança, de dois anos ,também estava no carro e não se feriu.

Foto  e Fonte JC
Tecnologia do Blogger.