38 quilômetros de perigo e prejuízo para motoristas que trafegam pela PE 300, entre as cidades de: Itaíba e Aguas Belas, ambas no agreste do estado

Um trecho com 38 quilômetros da Rodovia PE 300 que interliga os municípios de Itaíba e Águas Belas no agreste do estado, ao que tudo indica estar na lista das obras  que não estão  sendo consideradas  uteis pelas autoridades competentes do estado.
Por se tratar de uma região pertencente a bacia leiteira  o fluxo de veiculo entre as duas cidades que é  consideravelmente   acima da média, isso por que é a principal  via de acesso de motoristas das cidades de Tupanatinga, Manari, Itaíba que faz  o uso da via para chegarem a Garanhuns  ou até mesmo ao  vizinho estado das Alagoas usando a BR  423.
De acordo  com alguns dos motoristas   que fazem  uso diário da PE 300 que serve para escoar toda produtividade da região, a rodovia estar  se tornando cada dia que passa mais intransitável devido aos inúmeros buracos  ao longo do trecho  causados pelas chuvas e pela   falta de recuperação  o que em causando  vários acidentes ,além dos transtornos e prejuízos aos proprietários de veículos que não tem outra alternativa a não ser usar  a nacionalmente famosa PE 300 e arcar com  os danos e as despesas de manutenção  dos seus veículos.

Foto Montagem Girosocialb.
Tecnologia do Blogger.