Unidade da APAE Buíque pela primeira vez participa de um ato cívico desfilando com ses assistidos no Sete de Setembro.

Com a participação da Associação do Pais e Amigos do Excepcionais(A.P.A.E) Buíque durante o desfile de sete de Setembro  que aconteceu em alto estilo na principal praça, além do prazer de pela primeira vez participarem de um ato cívico desfilando numa avenida e sendo vistos por milhares de pessoas, os portadores de deficiência física assistidos pela entidade no município apenas não realizaram seu sonho como também chamaram a atenção  de toda sociedade para uma causa que necessita não apenas de remédios e cuidados, mas também de uma atenção especial.
Sobre a direção da professora Elizabeth Tavares, a APAE Buíque vendo sendo vista com outros olhos mesmo que ainda sejam  num olhar lento mas através de seu  empenho conquistas valorosas vem sendo alcançadas  e cada vez é maior a inclusão dos assistidos nos programas sociais  ganhando a adesão de novos parceiros e mais benefícios.
Se viver é um prêmio dado por Deus, ser diferente  é uma maneira de não olhar as dificuldades dos portadores de deficiências, isso por que cada um na sua deficiência tem um potencial mais acentuado começando pela arte de viver, assim como pela gratidão de existir.

Se essas dezenas de serem humanos  chamaram a atenção quando em suas dificuldades  desfilava  entre sorrisos e gestos, esse mesmo seres humanos iluminados  que não são de diferentes de  cada um de nós mas fazem o diferencial dia após dia com sua felicidade e alegria de viver.
Tecnologia do Blogger.