Senhores prefeitos, apertem o cinto, por que o dinheiro sumiu

A crise que sufoca os municípios brasileiros é mais grave do que o quadro que atinge os Estados. Não há dinheiro para absolutamente nada. Pagamento de 13º salário está garantido por uma minoria. Segundo levantamento da Federação Nacional dos Municípios, mais de 70% não têm caixa hoje para quitar a obrigação.

Em Pernambuco, o percentual atinge esta média e ao contrário das crises anteriores a falta de recursos não fica restrito a municípios miseráveis do Agreste e Sertão, mas também na Região Metropolitana. Olinda, Igarassu, Paulista, Itamaracá e Abreu e Lima estão com suas finanças esgotadas e dependem de nova injeção de recursos para assegurar o 13º sendo assim, prefeitos pernambucanos resolveram fazer um grande manifesto em frente à Assembleia Legislativa na próxima semana, num ato promovido pela Amupe. "Muitos colegas não aguentam mais e já falam que vão parar. Esse ato é mais um grito de socorro diante da falta de recursos e as constantes quedas do FPM que vem afetando as obrigações dos municípios para dar uma qualidade de vida digna aos seus moradores”, diz o presidente da instituição, José Patriota, prefeito de Afogados da Ingazeira.
Tecnologia do Blogger.