Segundo protesto em menos de dez dias dos índios Kapinawá em Buíque

Bem não completou dez dias do ultimo protesto quando os  índios da etnia Kapinawá  em  Buíque bloquearam a PE 270 como forma de protesto por não terem  Suas reivindicações atendidos  por parte do Governo Municipal.
Nesta manhã desta terça feira(12)  cerca de 450 índios das 28 aldeias existente em torno da Mina Grande  sobre o comando do cacique sem prévio aviso retornaram a ocupar  a secretaria de finanças  ordenando a paralisação de todos os setores  proibindo a entrada e saída de todos os servidores com exceção da imprensa.
Como  vivemos num país democrático  em que qual quer forma de protesto é livre, de uma coisa não se pode negar os índios Kapinawá  de fato  ordeiros  e sabem cobrar seus direitos dentro de suas próprias convicção, mesmo assim em cada ato de protesto ainda dividem opiniões tanto favoráveis , quanto contrarias.

Se de um lado as obras do asfalto que liga a cidade ao vale do catimbau  está parada a quase um ano e por parte dos índios e de toda aquela  comunidade o governo estadual não recebe nem uma pressão, do outro lado o governo municipal  quando não atende um acordo firmado  sobre  pressão  cada vez   que tem  seus setores tomando pelo índios em forma de protestos pacíficos  lhes atendem suas solicitações  por que caso contrario quando os índios chegam não tem dia  nem hora para  desocupar  os espaços exceto  com suas demandas atendidas como aconteceu hoje  que para poder atender  outros serviços que estavam sendo executados   foram  paralisados.  
Tecnologia do Blogger.