Buíque no agreste do estado, poderá entrar 2016 sem ter seu orçamento aprovado pelos representantes de sua população.


Ao que tudo indica, o município de Buíque no agreste do estado poderá iniciar o ano de 2016 amargando o feito de não ter tido seu orçamento aprovado pelos nobres pares da Casa Jorge Domingos Ramos.
Entretanto, se  os vereadores  que foram eleitos para defender a população cobrando e fiscalizando  não se dispuserem a aprovar o orçamento, a partir da próxima sexta feira primeiro dia do ano o que já não está andando  muito bem devido a onda de crise que está afetando os cofres públicos municipais de todo país, a situação da capital do vale  poderá muito mais pior ainda, isso por que de acordo como manda as leis o  prefeito do município, Jonas Camelo   passara a  usar  seus  recursos com valores defasados oriundos do orçamento de 2015  através de  decretos.
Como  os trabalhos de 2015 da câmara de vereadores se encerrou na ultima reunião passada acontecida no ultimo dia 19 de Dezembro, e os  parlamentares Buiquenses estão de recesso parlamentar, nesse caso para que o município não entre 2016 usando os mesmos recursos do orçamento de 2015, cabe ao presidente Felix Jose da Silva convocar uma reunião extraordinária , e de preferência não remunerada para que nossos  representantes   que pregam pelos quatros cantos do município suas preocupações com os interesses da população possam enfim, comparecer, e ai sim aprovarem de livre espontânea vontade o orçamento para 2016

“Estamos de Olho” 
Tecnologia do Blogger.