Ministério Público abre inquérito civil e convoca vereadores de Arcoverde para prestar informações sobre desvios.

 Os supostos desvios de recursos e outras irregularidades na Câmara de Vereadores de Arcoverde estão sendo alvo de um Inquérito Civil Nº 001/2015 aberto pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco, através da 1ª Promotoria de Justiça de Arcoverde e para isso, o MPPE está convocando todos os vereadores para prestar informações.
A notificação da Promotoria começou a ser enviar aos parlamentares arcoverdenses na segunda quinzena de dezembro e eles começam a ser ouvidos agora em janeiro. A notificação ministerial está assinada pela Promotora de Justiça em Exercício, Tayjane Cabral de Almeida e visa ouvir os vereadores “acerca dos fatos apurados no aludido procedimento ministerial”. 
O caso vem se estendendo durante todo o ano de 2015 e segundo a presidência da Casa James Pacheco, as investigações já estavam sendo feitas pela polícia, mas até agora não foi anunciada nenhuma conclusão sobre o caso. Agora, com a participação do MPPE, pode ser que a sociedade tenha ciência do que realmente aconteceu no Poder Legislativo de Arcoverde: quanto foi desviado, quem foi, ou foram, e pra onde foi o dinheiro. 
Fonte: Blog  Folha das Cidades


Tecnologia do Blogger.