Em Buíque, entre carinho e solidariedade o palco da vida fecha as cortinas.

Sua alegria constante, sua simplicidade, seu trabalho, mesmo duro,  porém muito digno, nos transmitia a sua alegria de viver, que a felicidade não está nas honrarias fúteis,  mas no interior de cada um e na forma de ver a vida.
 És uma pessoa de espírito nobre,  digna de todos aplausos da gente. És uma lição, exemplo de um homem trabalhador e sempre de bem com vida, porque não a viveu de apoteoses e nem procurava a infelicidade das ostentações. viveu buscando sua felicidade interior,  no seu trabalho e na sua alegria contagiante,  és um verdadeiro homem de bem.
Voltas com Deus,  amigo Lambu,  o palco da vida a gente fecha as cortinas. 
 Texto e Homenagem de  Walmir Pereira.
Tecnologia do Blogger.