Buíque tem mudanças no tabuleiro da sucessão com saída de Sérgio Freire

  Cotado para ser a novidade do pleito municipal na cidade de Buíque em 2016, o empresário Sérgio Freire, recém-filiado ao Partido Republicano Brasileiro – PRB, estaria já retirando seu nome da disputa eleitoral de outubro próximo. A saída de Sérgio Freire deve-se ao anúncio do ex-prefeito Arquimedes Valença de que será candidato a prefeito mais uma vez.
Ainda em 2015, Arquimedes anunciou que não disputaria mais a prefeitura de Buíque e disse que apoiaria o nome que saísse da dupla: Sérgio Freire e Fernando Agente, que já tinham colocado seus nomes nas ruas, para medir o termômetro. O ex-prefeito assumiu o compromisso já no final do ano passado com Sérgio, mas o acordo terminou não prosperando.

Com a entrada de Arquimedes Valença na disputa pela cadeira do atual prefeito Jonas Camelo (PSD), a disputa eleitoral na capital do Parque Nacional do Catimbau pode caminhar para um clássico entre o ex-prefeito e o candidato do atual gestor que deverá ser anunciado em março ou abril. 
Dentro da ala governistas vários nomes disputam a indicação do prefeito Jonas Camelo (PSD), a exemplo do vereador Rômulo Camelo (PMN) e da vice-prefeita Miriam Briano (PSB), um dos mais fortes junto ao eleitorado. Correndo  por fora ainda tem o tesoureiro Marquinho Tavares. 

Fonte e Foto: Folha das Cidades
Tecnologia do Blogger.