Em sua renúncia, Eduardo Cunha acusa PT de ter afundado o país.

Líderes da Câmara reuniram-se nesta manhã, para decidir quais serão os procedimentos depois de o presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB). Eles debatem a data da eleição e o candidato. O anúncio será no Salão Negro.
Deputados desceram à chapelaria, agora, num esforço de mostrar que Cunha não foi abandonado.
No salão verde da câmara dos deputados, acompanhado de alguns deputados, as 13 horas e 40 minutos  Cunha em entrevista coletiva para  imprensa  renunciou o cargo de presidente  da câmara do deputados de onde já havia sido afastado.


Demonstrando-se abalado,  em seu discurso   Eduardo Cunha  fez questão de ressaltar  o seu trabalho a frente da  presidência, disse que no decorrer do tempo provaria sua inocência  e culpou e acusou o PT  de ter afundado o país , entre lagrimas agradeceu ao colegas  e saiu em defesa das acusações que envolveram sua mulher e sua filha mais velha.   
Tecnologia do Blogger.