Por Determinação do M.P.F , alguns favorecidos do programa bolsa família poderão devolver o valor dos seus benefícios em algumas cidades do agreste, começando por Saloá

Enquanto centenas de famílias  não  tinha direito  o cartão do Bolsa Família, programa do governo Federal  direcionado a beneficiar pessoas de baixa renda, ou sem nem uma, em algumas cidades de Pernambuco entre 2013 e 2016 empresários, funcionários públicos  e apadrinhados das Secretarias de Ação Social recebiam benefícios  nos valores  entre R$ 70 e 1.200 reais  o que configurava tirar o pão da boca de quem precisava.

Feito um levantamento com cruzamento de dados, o Ministério Publico Federal resolveu  investigar o caso e enviará  as Secretarias de Ação Sociais  das cidades identificadas  na fraude  uma lista  com os nomes dos  beneficiários  que terão que passar por uma avaliação nos próximos dias e se  constatados o desvio,  todos os  valores  recebidos por aqueles beneficiários que não se enquadrem nas exigências do programa terão de serem devolvidos.

Em Saloá no agreste do estado, O MP enviou  a Secretaria de Ação Social daquele município uma lista com nomes dos beneficiários que terão que passar por uma avaliação nos próximos dias.

Na lista enviada na ultima quarta –feira  (20)constam o nome de varias pessoas , entre empresários, servidores públicos e outros com famílias menor ou igual a quatro pessoas , além dos valores recebidos indevidamente por cada uma delas.

De acordo com as informações, o beneficiário  citado na  lista pelo MP receberá uma visita do (a) assistente  que colherá todas as informações necessárias  para que possa enviar outra lista ao MPF, nesse caso técnicos do Ministério  irão analisar cada caso individualmente e decidir pela absolvição ou abertura de um processo.


De posse da lista e tabela, a Assistência Social  deverá  passar todos os detalhes  para que o beneficiário entenda o por que  de seu nome  constar na presente  listagem que por ordem od MPF tem que está publicada no mural de cada Secretaria de Ação Social e prefeituras  dos municípios citados. 
Fonte Agreste Mix
Tecnologia do Blogger.