Protesto de agricultores prejudicados pela ANDRI agitam a frente do Banco do Brasil em Buíque

Dezenas de  lideranças  e representantes das Associações do Agricultores das cidades de, Buíque, Tupanatinga, Caetés ,  Pedra e Venturosa  participaram na manhã da ultima terça feira (01) de um ato em forma de protesto na frente da agência do Banco do Brasil na cidade de Buíque  no agreste do estado.

De maneira pacifica e  ordeira , apenas cobrando uma solução por um problema que vem se  prolongando  a anos ,as lideranças buscaram chamar a atenção  através de faixas  por que estão se sentido prejudicados com seus nomes no spc/serasa  que impede cada um de buscar créditos nas instituições financeiras  por  causa de uma divida adquirida em grupo  quando ambos tiveram seus nomes  inclusos no projeto Planipanema  que foi criado pela ANDRI  em governos passados.

Como  os empréstimos foram feitos em forma de anticorporativismo, cada participante não teve  o contrato feito  junto ao BB de forma individual , o que significa que, com a extinção do programa no município de Buíque,e com a divida deixada junto ao Banco todos aqueles agricultores que estavam  com seus CPFS cadastrados no programa entram para lista de inadimplência  do Banco.

Prejudicados com esta situação de não poder pegar empréstimo, nem poder  enfrentar a seca  por falta de condições, alguns  agricultores de forma individual já tentaram limpar seu nome mais sem êxito .

As lideranças que ali  representavam cerca de treze mil  famílias que estão na mesma situação, estão reivindicando um perdão de 85% do valor da divida com um refinanciamento  que atinja um prazo de no máximo sete anos. 
Tecnologia do Blogger.