Projeto de Lei oriundo do executivo municipal, que cria a Secretaria da Mulher, entra na pauta da primeira reunião de 2017 da câmara municipal de Buíque.

Em Buíque no agreste do estado, na próxima terça-feira (14) a câmara de vereadores  passará  a ser um dos principais centros das atenções com o inicio dos trabalhos legislativos do ano  com a realização da primeira reunião  dos vereadores em 2017.

Composta por 15 parlamentares, entre eles,  sete marinheiros de primeira viagem  que deverão entrar em cena  sem nem uma experiência  de trabalhos legislativos mais cientes dos seus direitos e deveres   onde junto  aos outros oitos cumprirão o significativo papel de representar uma população  de quase 60 mil habitantes no âmbito do município.

Como todo início de trabalho de um parlamentar  gera  uma grande expectativa  por parte do eleitor que nele votou, o primeiro teste  de cada novato  está   programado para acontecer  quando o primeiro projeto de lei enviado pelo chefe do poder executivo criando  mais uma  secretaria , a da mulher  for apresentado em plenário para analise dos vereadores  e  possivelmente sua aprovação.

Existente em outras cidades, e por sinal em pleno funcionamento a Secretaria da Mulher  que será criada no município terá um papel importante que é cuidar das politicas publicas direcionadas as mulheres Buiquenses de todas as idades.
Se uma secretaria de uma cidade  em plena funcionalidade, reflete positivo ou negativo  na gestão do seu prefeito, ao que podemos constatar, se  o projeto de lei que cria a nova secretaria  em Buíque aprovado for, o nome de Santina Teresa   que é um dos possíveis indicado para  responder pela  nova pasta  faz jus pela sua  pela sua indicação.

Com um currículo de fazer inveja a qualquer um, a indicada  que atualmente ocupa  o cargo de Coordenadora da Mulher, além de já ter liderado movimentos sociais , tem acessos livres do litoral ao sertão por onde já passou e participou de encontros e reuniões com outras mulheres por que estava representando a Secretaria da Mulher do Estado ocupando o mesmo cargo para o qual foi nomeada pelo prefeito em janeiro passado em Buíque.  


Além da Secretaria da Mulher, cujo projeto já encontra na câmara de vereadores para  ser apresentado na próxima  reunião, informações  indicam que outra secretaria em breve deverá ser criada, a Secretaria do Índio  que terá o papel de representar os nativos  da Mina Grande  pertencentes  á  Aldeia Kapinawuá  
Tecnologia do Blogger.