Buíque: Se depender de 11 dos 15 vereadores, votação para mesa diretora, inclusive para presidente, a partir da próxima eleição passará ser com o voto aberto.

Renovada, a câmara municipal de vereadores de Buíque, apenas não recebeu mais dois parlamentares, que dos  13 passou para 15 em 2017, como também vem sendo vista com bons olhos  pela maioria  da população, que está prestes a atingir  seus   60 mil habitantes.

Considerando que,  a Lei Orgânica do município    em abril de 2014 ganhou uma emenda modificativa   no artigo 20  § 4º onde  diz que, a eleição para renovação da mesa realizar-se-á obrigatoriamente no período de 1º de Janeiro a 30 de Junho do segundo ano legislativo, em qualquer sessão de livre escolha da mesa.

Buscando transparência nas próximas eleições a mesa diretora da Casa Jorge Domingos Ramos  apresentou o primeiro projeto de resolução de 2017 acrescentando o § 3º do Regimento Interno da Câmara , dando-lhe nova redação, quanto ao processo de  todas as votações  que será devorante público , nominal e aberto.

Subscrito pela maioria que são 11 dos 15 vereadores, incluindo a assinatura de Corina Galindo, atual presidente da casa, praticamente aprovado, o voto aberto além de  acabar com os conchavos políticos dentro do poder legislativo de Buíque, ainda quebra um velho  paradigma do voto fechado que já levou  alguns concorrentes ao segundo  cargo mais cobiçado do município a testar seus próprios limites em dias de eleições no plenário da casa.

  

  
Tecnologia do Blogger.