Com a sexta maior bancada do Congresso Nacional, PSB rompe com Temer e pede sua renúncia

No terceiro dia da crise politica causada pela delação premiada  de executivos da JBS, que levou  á abertura de inquérito contra o Presidente da Republica Michel Temer (PMDB), o PSB( Partido Socialista Brasileiro), decidiu romper oficialmente  com o governo federal  e sugerir  a renuncia do peemedebista o mais rápido possível  e referendar  pedido de impeachment   contra ele.

Com 42 parlamentares , o partido tem a sexta maior bancada das duas casas do Congresso , e representa 7% dos votos no Legislativo , sendo que a legenda  á a quarta maior em numero de Senadores  com sete, empatando apenas com o PP.

Na Câmara , a sigla é a sétima mais representada com  35 deputados federais, e ainda é o partido do ministro de Minas e Energia  Fernando Bezerra Coelho Filho .

A resolução  foi divulgada  depois  de uma reunião convocada  ás pressas  pela Executiva Nacional do partido na tarde deste sábado 20 de Maio em Brasília .

Na nota redigida durante o encontro , o partido afirma que “ a imensa tensão entre a urgência  que aflige a população,  em busca de melhoria  de condições de vida, e a incerteza  quanto a demora e resultados do julgamento  que atingirá o presidente da Republica  que não pode ser dissipados a curto prazo- lhe toma de forma irremediável as rédeas  da governabilidade , fenômeno cuja  natureza  é estritamente  politica “

Entre pontos abordados  no documento, o PSB defende que Temer apresente sua renúncia, “ como forma de acelerar a solução da crise da governabilidade  já instalada”.

Fonte: Uol Notçias 
Tecnologia do Blogger.