Juiz determina nova data para audiência sobre denuncias de supostas compras de votos nas eleições passadas em Tupanatinga.

Na tarde desta quinta feira (11) aconteceu no prédio do Fórum Dr. João Roma na cidade de Buíque agreste do estado a primeira Audiência de Instrução  de uma Ação  de Investigação  da Justiça Eleitoral (AIJE), ingressada  pela candidata vencida  no  pleito eleitoral de 2016  Damacele Tomé  em desfavor do  atual prefeito Silvio Roque acusado de compras de votos nas eleições passadas naquele município.

De acordo com o advogado de defesa do prefeito, Dr. Vamillson  Severino Correia, a acusação não passa de uma calunia levantada pela candidata que  perdeu as eleições  por exatos 2.038 votos  nas eleições Municipais de Outubro passado.

Iniciada a  primeira Audiência que durou pouco mais de 30 minutos, Dr. Thiago Pacheco  Cavalcanti, Juiz Eleitoral da 60ª Zona Eleitoral , por questões de ordem levantada  pela defesa de Silvio Roque e por questões dos advogados de Damacele  terem requeridos prazos  por manifesto da questão da ordem , o Juiz deferiu o pedido de prazo concedendo  o prazo de três dias para que o requerente  se manifeste sobres as alegações trazidas pela parte requerida.

De antemão, para economia processual , Dr, Thiago Pacheco  Cavalcanti, Juiz Eleitoral  designou para o próximo dia 19 de Julho no mesmo horário , as 14 horas  outra Audiência   do processo 292-60.2016.6.17.0060.

Ainda de acordo com a defesa  do  acusado, após a manifestação dos advogados da requerente, o processo seguirá para o Ministério Publico   se manifestar   sobre a questão de ordem, onde em seguida o Juiz decidirá se acata ou não a denúncia  feita pela candidata   da suposta  compra de votos  na terra de Santa Clara.


Foto/Divulgação
Tecnologia do Blogger.