Júlio Cavalcanti e bancada da oposição cobram vinda da Força Nacional

  O Deputado Estadual Júlio Cavalcanti (PTB) integrou a comitiva da oposição que foi cobrar do governador Paulo Câmara (PSB) a vinda da Força Nacional para garantir a segurança em Pernambuco. A bancada protocolou, na manhã desta quarta-feira (20), pedido para que o Governo do Estado convoque a Força Nacional de Segurança Pública para ajudar no combate à criminalidade em Pernambuco, com base no Decreto 5.289/2004, que criou a referida força.

Para Júlio Cavalcanti, o estado não pode mais ficar refém da bandidagem e citou o exemplo de Arcoverde aonde nestes oito meses já foram registrados 16 assassinatos e mais de 325 casos de roubos. A insegurança é geral em Pernambuco e outro bom exemplo é Caruaru, aonde já foram registrados mais de 200 homicídios.

O pedido apresentado pelos parlamentares foi motivado pelo crescimento de 35% nos índices de violência nos oito primeiros meses deste ano, quando foram registrados 3.735 assassinatos, 84.358 crimes violentos contra o patrimônio, 21.125 casos de violência doméstica e 1.332 estupros (dados da SDS).
Fonte: Folha das cidades


Nos últimos 12 meses, o Estado registrou 56,95 homicídios por grupo de 100 mil habitantes, situação mais grave que a do Rio de Janeiro, que no mesmo período registrou 40,07 homicídios por 100 mil habitantes. Infelizmente, nos 32 meses da gestão, já foram cometidos mais de 12 mil assassinatos em Pernambuco.

Além da Força Nacional, a Bancada de Oposição cobra a reabertura do diálogo do governo com os policiais militares; a valorização dos profissionais de segurança; resgate dos princípios do Pacto pela Vida (planejamento, diálogo e transparência), reforço do efetivo policial e uma ampla discussão com os municípios sobre o enfrentamento à violência.

Juntamente com o deputado estadual Júlio Cavalcanti, participaram da entrega do pedido os deputados Álvaro Porto (PSD), Silvio Costa Filho (PRB), Socorro Pimentel (PSL), Augusto César (PTB) e Joel da Harpa (PTN).
Tecnologia do Blogger.