Exclusivo: Crise interna dentro do Conselho Tutelar de Buíque, faz seu atual presidente renunciar o cargo

Eleito conselheiro Tutelar pelo município de Buíque  em 2012 com  498 votos , e reeleito em 2015 com  o dobro, Jamysson Lucas  além de exercer com  competência sua função, em 2014 e até  a tarde desta segunda-feira 30 de outubro  em períodos alternados  ficou a frente da presidência onde  por uma crise interna na instituição  por volta das 16 horas após uma reunião  com os outros conselheiros, acabou entregando o cargo, onde  a exercer apenas  a função  de Conselheiro Tutelar.

Em meio a  uma tempestade de  desacordos entre os próprios conselheiros, Jamysson Lucas  numa breve conversa  com  colunista Adauto Nilo disse que  não achava mais viável  continuar sendo presidente do Conselho Tutelar de Buíque, onde  seu cronograma de trabalho já não era mais respeitado por alguns dos colegas de profissão  que  apesar de não serem escolhidos para ocupar a presidência, sentiam-se os próprios presidentes.


Com a renúncia de Dido, assim como é conhecido, o  conselho tutelar  ficará sem um presidente, até que aconteça  outra eleição programada para  10 de Janeiro de 2018. 
Tecnologia do Blogger.