Aumento de preços nos combustíveis peças e serviços eleva de 7.00 para 8.00 o preço da passagem nas lotações que fazem a linha Buíque-Arcoverde partir de 1º de Dezembro

Considerando que, todos os dias  centenas de passageiros  usam o sistema de Transporte alternativos  nas vans que fazem o percurso de Buíque á Arcoverde e vice-versa, considerando ainda que  os motoristas   que  fazem parte da Associação de Transportes Alternativo, (ATAAG) antes de pegaram a estrada  deixam suas famílias em casa a sua espera porque sabem  que estão comprometidos  em transportar com responsabilidade e cuidar de suas  vidas , além  da  de cada passageiro, isso porque antes de pegarem a estrada  são treinados e capacitados para transportar vidas.

Considerando mais uma vez,  que os veículos são inspecionados e revisados periodicamente, necessário  se faz entender que atualmente com os preços lá em cima, inevitavelmente   cada um dos condutores de van  estão sentindo na pele  com o aumento abusivo do combustível , onde de quebra contribuem gradativamente para o aumento nas peças automotivas, nos pneus que  para segurança de  motorista e passageiros  tem um determinado tempo para se trocar, e sem  se contar  o valor da mão de obra que está  com o preço lá nas alturas, consequência de  aumento em cima de aumento.

Como  diariamente  já colocam seus serviços  a disposição da população, principalmente dos passageiros , e sem aguentar  o arrocho nos preços dos combustíveis, nesta manhã de quinta-feira (16) depois de uma reunião entre Associação e Associados , a ATAAG  anunciou  que a passagem de ida ou volta  Buíque a Arcoverde,  a partir do próximo 1º de Dezembro  passará  de  R$ 7.00(Sete) para 8.00(Oito) reais .

Enquanto isso, acompanhando  a tabela   de preços proposta  pelos dirigentes da ATTAG ,  e aceita pelos condutores, até o meio do caminho o passageiro  que antes desembolsava cinco reais passará a pagar seis, e portadores de carteirinha até o ultimo dia 31 continuarão pagando os mesmo R$ 6.00(Seis Reais ) cujo aumento para  R$ 7.00  (Sete Reais) só entrará em vigor no primeiro dia de 2018.

Solicitando a compreensão de todos,  Jean Lacerda, atual presidente da ATAAG , ressaltou  e justificou  o porque desse aumento que para ambos está dentro do orçamento dos passageiros, isso porque  como todos  tem pleno conhecimento , se não aumentar os preços das passagens  dezenas de pais de famílias que transportam os passageiros de Buíque a Arcoverde correrão o risco de parar seus serviços, isso porque  cada um não conseguiria  acompanhar a alta de preços na manutenção dos veículos.    

   
Tecnologia do Blogger.