Exigindo respeito, , além apresentar um veemente voto de repudio, Célia Cardoso acusa a secretaria de educação de fazer manobras para que os vereadores não usassem o prédio do antigo Fórum


Quem foi ao prédio do antigo Fórum da cidade de  Arcoverde, local onde  a partir da ultima segunda-feira   (30) será  provisoriamente  o local de trabalho dos 10  vereadores, isso porque  o prédio da Casa James Pacheco está em  plenas reformas , o que impossibilita a realização das reuniões ordinárias  daqueles parlamentares, mal sabia que por trás dos bastidores  uma força tarefa estava sendo montada para que os verdadeiros  representantes do povo, eleitos  democraticamente  pelo voto de seus eleitores  não pudesse exercer suas funções , que é legislar.

Usando o tempo  lhe permitido, convocada a fazer o uso das palavras , a vereadora Célia Almeida Galindo ,  iniciou suas palavras   justificando a ausência de um colega de plenário , e  ao contrario  de seus discursos  anteriores, prosseguiu fazendo uma comparação  nas condições   comandar uma sessão  num local  por onde  réus  já foram condenados e absolvidos , porque ali naquele plenário  o destino de muitos acusados já foram traçados pela justiça, através de juris populares, onde no  momento mais difícil que o país está atravessando  o que se ver mais ultimamente, são as cadeias  publicas e os presídios lotados, onde os pobres  estão sofrendo muito e os ricos no bem bom, e Brasília Pegando Fogo.

Dizendo que não estão ali por querem, mais sim por que  o prédio da câmara de vereadores está passando por uma reforma necessária  que é, e que precisava ser feita, agradeceu a Dr Drauther  Ernane   Pantaleão, por que foi a ele  que ela se dirigiu para  solicitar que os vereadores pudessem usar o Fórum, onde ele gentilmente cedeu o espaço,  em forma de gratidão porque  o prédio da câmara de Arcoverde  em tempos atarás já foi cedida a justiça para que fosse  realizado  trabalhos pertinentes aos judiciário.

Ainda fazendo o uso das palavras, Célia fez questão de deixar registrado que  o dia da segunda-feira (30) poderia ser ate um dia de muita alegria, mais foi um dia de muitas lutas e contra tempo dentro do  prédio do antigo Fórum porque   depois  era para as chaves serem entregues  na prefeitura de Arcoverde   para que  depois   de passar por uma reforma , passaria a abrigar a Secretaria de Educação, isso depois, mais  o uso do prédio pela  Sec. Educação  foi antecipada  e depois do clima  que  ela própria senti u além do prédio não mostrar nem um tipo de segurança ,Célia  teme que  os documentos seja queimados.

Deixando através de um recado, que quem cedeu o prédio foi o Dr, Drauther Ernane, Celia apresentou veemente um votos de repudio  pela maneira de que  como os vereadores foram tratados no prédio do antigo Fórum pela secretaria de educação,  que tratou o poder legislativo como se cada vereadores fosse um muleques, e que se  dependesse da Secretaria de Educação  todos estavam na rua.  

Exigindo respeito, Célia foi mais além  e em alto e bom tom  prometeu  que podem esperar  que ela vai dar a resposta , e em alto e bom  pediu para  que não  queimem os documentos, isso porque  ninguém tem culpa  de  Adriano  Ferreira  dele entrar na casa, isso porque os mesmo que estavam  lhe massacrando , era as mesmos que  estavam bajulando  o grupo  de Dr Zeca, porque são puxa sacos  e bajuladores .

Texto extraído  da pagina oficial da câmara de Arcoverde no Facebook  


www.facebook.com/Câmara-de-Vereadores-de-Arcoverde-1239630…/
   
Tecnologia do Blogger.