Num gesto de nobreza e gratidão , deputado e prefeito contribui para Maternidade Alcides Cursino manter seu legado de tradição na saúde do município de Buíque

Considerada  a primeira   porta de entrada   para  atender   pacientes  do município de Buíque , além  de se transformar no primeiro hospital  a ser construído  pelo saudoso  Aníbal Cursino  de Siqueira, então prefeito da época, a Maternidade Alcides Cursino também  está na lista do patrimônio publico do município de Buíque no agreste do estado.

Como toda e qualquer instituição  que  para se manter necessita  de  parceiros , entra governo e sai governo   e a maternidade  sem  olhar  a cor dos partidos políticos, sem diferenciar  o rico do pobre e sem nem uma objeção, apesar de  em alguns momentos  gritar por socorro , segue  em  frente  salvando a vida de todas as cores, religiões e sexo.

Marcada na vida  de milhares de pessoas  do município e região,  onde nos leitos da própria maternidade  já  nasceram  grandes   nomes   que  hoje são formados  e por  onde circulam  representam e enaltece   seu nome com  o mais puro orgulho  aliando a cidade de Buíque a Maternidade   porque uma depende da outra  para sobreviver.

Com ninguém neste mundo  anda sozinho , e tão pouco   se chega a lugar algum sem  um trabalho coletivo, ou até mesmo uma parceria,  sobre os preciosos cuidados de Dr. Waldemir, sua esposa Elizabethe  e sua filha Amanda, assim como outros importantes parceiros que vão do prefeito ao motoristas de lotações, nesta manhã de quinta-feira (20)  dependentes  dos serviços prestados a saúde do município e admiradores da família Cursino   foram privilegiados com a entrega de uma ambulância  equipada  adquirida através de recursos oriundos de  uma emenda  direcionada pelo deputado  estadual Eduíno.


Como  uma ambulância  não  trefega sem combustível e um motorista, em contra partida  estendendo  parceria entre  Maternidade e  Poder Executivo Municipal, Arquimedes Guedes Valença  além de colocar um motorista a disposição da MAC ainda  assumiu o compromisso de custear através do município   combustível e manutenção  para que os serviços  de transporte de pacientes sejam ampliados, o que significa  minimizar o sofrimento  daqueles que  buscam na saúde publica  atendimento e serviços  ainda mais humanizados.            
Tecnologia do Blogger.