Acusado de matar o próprio irmão é preso em flagrante após oferecer 5 mil para não ser conduzido a delegacia de polícia em Buíque


Na tarde da ultima terça-feira (27) após investigações  pertinentes a morte  de Jose Enoque  da Silva, popularmente conhecido pela alcunha de “Cicero” que teve seu corpo encontrado  em estado de putrefação na tarde da mesma terça-feira no Sitio Jurema, próximo ao Sitio Catonho zona rural do município de Buíque, colhidas as informações de que o autor do crime  foi seu próprio irmão que tem o mesmo nome ‘Jose Enoque da Silva” ao conduzir  o acusado a delegacia de Policia para  ser interrogado, no percurso Jose Enoque  sem êxito tentou subornar os policias oferecendo um valor de 5.000,00 (Cinco Mil Reais) em espécie.

De acordo com as informações, sobre a alegação de que se o policiais  aceitasse sua proposta, o acusado  viajaria para o estado de Minas Gerais  prometendo não mais retornar a Buíque, momento em que contou  e entregou  os cinco mil reais  aos policiais , Jose Enoque  recebeu voz de prisão  baseada no Artigo 333 da Lei 10.763 cuja pena  e de dois a doze anos de reclusão e mais uma multa .

Recolhido  e encaminhado para audiência de custodia, Jose Enoque agora passará a ser investigado  também pela morte do próprio irmão.



Tecnologia do Blogger.