Bullying sofrido por um estudante de uma escola publica de capoeiras repercute mal em todo estado


Um caso de bullying sofrido por um estudante dentro da Escola de Referencia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – EREM Capoeiras, no Agreste de Pernambuco teve, e continua tendo  grande repercussão na cidade e na região, após um vídeo ser compartilhados nas redes sociais.
O bullying ocorreu na quinta-feira, (01) durante o horário de almoço ,no vídeo, um adolescente (vitima) aparece encostado na parede num corredor da escola, encurralado e visivelmente e amedrontado e constrangido, rodeado por vários alunos que gritam e riem dele.

O vídeo causou grande repercussão com dezenas de compartilhamentos e comentários nas redes sociais reprovando a atitude dos alunos que participaram do bullying.

Segundo uma aluna da escola, o jovem começou a estudar este ano, na escola, e é extremamente tímido; e que não teria sido a primeira vez que sofreu esse tipo de constrangimento.
Outro aluno disse que o caso ocorreu durante o intervalo das aulas, e que não havia monitores escolares acompanhando os estudantes.

Um grupo de alunos e ex-alunos da EREM realizaram um protesto na tarde desta sexta-feira (02), vestidos com roupas pretas, eles caminharam pelas ruas da cidade e foram até a frente da escola numa forma de protesto e repúdio ao ato cometido  por alguns alunos que mesmo  frequentando salas de aulas perderam a noção  com a falta de  respeito ao próximo.

bullying geralmente é feito contra alguém que não consegue se defender ou entender os motivos que levam à tal agressão. Normalmente, a vítima teme os agressores, seja por causa da sua aparente superioridade física ou pela intimidação e influência que exercem sobre o meio social em que está inserido. 



Tecnologia do Blogger.