Atraso nos pagamentos dos transportes escolares ,regularização dos contratos de merendeiras e professores contribuem para os Índios da região fazer protestos na GRE em Arcoverde


Prejudicados com a falta de pagamentos, condutores de veículos  que fazem o transporte  dos alunos  , além de resolverem fazer uma pequena  paralisação ,  na manhã   desta segunda-feira (04)  acabaram ocupando os espaços da Gerencia  Regional de  Ensino   na cidade de Arcoverde.

De acordo com as informações,   índios de quatro aldeias  estão participando neste momento do movimento que tem a finalidade de cobrar o pagamento  de merendeiras, professores   e do próprio Transporte Escolar

Além dos pagamentos  em dias dos transportes escolares   ,  os índios das aldeias ,      Kapinawá, kambiwá, Tuxá e Xukuru,  estão cobrando  a regularização dos contratos das merendeiras, porteiros,  além professores e contratação novas.  

Ainda na pauta de reivindicação, os manifestantes exige  a atualização de pagamentos  nas bolsas  dos universitários, repasse aos municípios  dos recursos  para pagamentos aos  servidores da educação indígena entre outras .  

Tecnologia do Blogger.