Vivendo e achando bom, Dona Maria Cabocla, ladeada por familiares e amigos comemora seus 94 anos de idade.


No último domingo, dia 29.04.2018, familiares da popular Maria Cabocla se reuniram em sua residência para festejarem os 94 (noventa e quatro) anos de vida de sua matriarca. 

Maria Isidoro da Silva, (seu nome de registro) é viúva de Simão Bezerra Cavalcanti. O casal teve 09 filhos. 

Quando casou, segundo  narrativa da própria, passou uns meses morando debaixo de uma árvore, no sítio Queimadinha, também conhecido como "Pé da Serra", enquanto seu marido conseguia construir uma simples casinha. 

As dificuldades da vida, foram idênticas as de tantas famílias pobres, que vivem do cultivo da terra no nordeste brasileiro, mas a vontade de viver e principalmente a alegria, que contagia a todos que tem o privilégio de a conhecer, a diferencia de tantas outras pessoas. 

D. Maria Cabocla, como é mais conhecida tem uma frase que é sua marca registrada. Quando as pessoas perguntam como ela vai. Sua resposta é rápida e clara: "Tô vivendo e achando bom". 
        Netos, D. Maria tem mais de 30,  bisnetos já são mais de 50 e tetranetos 02. Entrei na família no ano de 1992, me casando sua neta Quitéria Cavalcanti, com quem tenho três filhos. 

Na condição de poeta de cordel, não poderia deixar passar em branco essa data importante, por isso, meia hora antes de me dirigir a sua residência, escrevi o cordel que segue abaixo, apresentado no momento anterior aos “parabéns a você”. 

A poesia em suma representa a pessoa da aniversariante, pela sua simplicidade e pela pessoa humilde que é, a quem desejo muita saúde e que venham muitas datas como esta, para nossa alegria e comemoração, com a graça de Deus. 

Fotos : Lucas Wesley

Texto : Paulo Tarcísio 
Tecnologia do Blogger.