EXCLUSIVO: Se os ponteiros dessa cidade falassem


Se os  ponteiros dessa cidade falassem, contariam mil  casos  e lendas.
Recordariam festejos, danças de roda e canções hoje desconhecidas.
Revelariam a juventude de nossos idosos, poemas lançados ao vento e palavras perdidas no espaço.

Se  os ponteiros dessa cidade falassem, gritariam séculos em horas, falariam décadas em minutos, sussurrariam o ultimo  ano em segundos , e o passado seria um coincidente retrato do futuro ; ao meio dia, nas tardes quentes-recordariam  estórias de trancoso, narradas pelo avós dessa terra de extremos.

Se os ponteiros  dessa cidade falassem, puxariam o véu do orvalho que encobre as manhas do vale e faria uma leitura dos símbolos incrustados nas rochas , tal qual um livro a céu aberto, sob a guarda de um colosso em forma de cão.

Se os ponteiros dessa cidade falassem, revelariam heróis esquecidos, amores perdidos, o passado em forma de saudade, o presente valor da amizade, e o futuro que mantem  nas formas de Buíque o desenho de um coração encarnado. Pulsante no peito do grande pássaro brasileiro que planeia no topo do mapa e abraça o povo Pernambucano.

Se os ponteiros dessa cidade falassem, sob a noite de nossos invernos, abraçaria a brisa fria e lufadas  repentinas á esquina da Matrix de São Felix  para então desaparecer  na brancura de um  nevoeiro habitado por toucas e casacos preteridos. Ressurgindo assim, aos rodopios –do centro da Praça Major França  ás curvas do anfiteatro .

Se os ponteiros dessa cidade falassem, de certo revelaria aos tolos a beleza oculta por sua cegueira e assim teriam a visão dos poetas sob  os respingos , entalhes e moldes da arte que os inspira.

Agora ouve-se apenas os burburinhos da labuta diária, oriundos de vidas  compassadas em ciclos que moldam a historia que por meio da arte e dos contos, encanta a todos que por aqui passam.

Os Ponteiros dessa cidade não habitam relógios, não possuem alarmes ou engrenagens . Eles veem o tempo passar , e pelo tempo são eternizados.

Paulo Cesar Barmonte
Autor


Tecnologia do Blogger.