Após polêmica em torno do show que Johnny Hooker fez no FIG , quando afirmou que Jesus era Transexual , advogado Alagoano pede ao chefe da Policia Civil de Pernambuco que o cantor seja interrogado e se não comparecer , que seja expedido mandato de Prisão Preventiva contra o mesmo


Na ultimo sábado , 28 de Julho durante sua apresentação no 28º Festival de Inverno de Garanhuns(FIG) , durante sua apresentação, o cantor Johnny  Hooker  não foi feliz quando diante uma multidão  num trecho do seu show afirmou que Jesus é transexual , e foi mais além continuando  que  Jesus e bicha sim puxando  o coro ih, ih, ih Jesus  é travestir.

Contra  essas palavras  de ofensas a Jesus   e acompanhando a revolta do povo Brasileiro que após assistirem o vídeo  começaram a se manifestar contra a apresentação de Johnny Hooker,  o advogado Alagoano,  Jethro Ferreira da Silva , inscrito na OAB.AL  004.706-D e na OAB-PE 000.631-A,  por volta das 15 horas apresentou ao Delgado de Policia Chefe  da Policia de Pernambuco uma notícia crime  contra o cantor.

Acobertado pelo Artigo 20 da  Lei Federal  7.716 de 05 de Janeiro de 1989 onde diz que  Praticar, Induzir, ou Incitar a  discriminação  ou o preconceito  de  raça, cor, etnia, religião ou procedência Nacional  é  um crime  com reclusão de um a três anos e mais uma multa.

Num documento  com nove  folhas, além de solicitar que o cantor seja interrogado pelas autoridades competentes, o advogado que tem seu escritório na Rua da Aurora no Recife   lembrou ao delegado , que, caso haja alguma recalcitrância do noticiado em se apresentar  á autoridade Policial  para ser  Pregressado, Qualificado   e Interrogado , que seja  formulada a representação  pela Decretação  de Prisão Preventiva, conforme diz o Artigos,  311 e 312 da Constituição Federal .

Foto: Internet

Tecnologia do Blogger.