Autor de um projeto de lei que beneficia os produtores de queijo, Claudiano Martins Filho garante que o governo do estado não vai prejudicar a classe.

Não há por parte do Governo do Estado intenção de perseguir e prejudicar os interesses os produtores de queijo do interior de Pernambuco, segundo garantiu  o deputado estadual Claudiano Filho, que saiu em defesa da administração estadual, por conta de críticas vindas de alguns segmentos.

O que aconteceu no mercado de Afogados, em Recife, foi resultado da prisão de um cidadão que estava clonando bolsas de cinco marcas de queijos diferentes e revendendo os produtos falsificados na capital e nas feiras do interior.

Segundo o parlamentar governista, um produtor de queijo foi quem denunciou o homem que praticava a fraude ao Ministério Público, que passou as informações à polícia.

O cidadão que praticava a fraude foi preso e revelou o nome de outras pessoas que participavam do esquema ilegal.

Daí a operação que houve no Mercado de Afogados, feita pela polícia com acompanhamento da Adagro, visando acabar com a prática criminosa.

Saulo Malta, presidente do sindicato dos produtores de leite do estado, corrobora com essa versão e lembra que a pedido do deputado Claudiano Filho o governador Paulo Câmara criou e assinou uma Lei beneficiando os que trabalham com leite e queijo em Pernambuco.

Pela referida Lei, é eliminada a burocracia e os produtores podem trabalhar sem precisar constituir empresa, usando apenas o CPF.

Além disso, o governo abriu uma linha de crédito nos bancos do Brasil e do Nordeste, voltada para  os pequenos produtores do agreste e outras região de Pernambuco.

VISITAS - De acordo com Saulo Malta , técnicos da Adagro começaram hoje a visitar as queijarias do interior para dar orientação aos produtores, de modo que eles poderão trabalhar dentro da legalidade e livre da carga de impostos porque o Governo concedeu isenção de ICMS.

O trabalho da Adagro será realizado sem nenhum custo para o produtor, pelo qual Claudiano Filho luta há dois anos, tendo conseguido no final de 2017 que o governador atendesse as reivindicações feitas em nome da classe. O próprio presidente da empresa estatal está participando das visitas.


Tecnologia do Blogger.