Buíque: Contas do ex prefeito Jonas Camelo continuam sem serem votadas por falta de números suficientes de vereadores


O que parecia acontecer, que seria a votação das contas do ex-prefeito do município de Buíque, Jonas camelo de Almeida Neto, no exercício de 2015  mais uma vez acabou não acontecendo  durante  a 35ª reunião desta quinta-feira(29) de Novembro , por falta de coro no plenário da casa Jorge Domingos Ramos.

Reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado, (TCE)  Durante a Sessão ordinária da Segunda Câmara realizada no ultimo dia 05 de Julho passado onde na sessão presidida pelo conselheiro Carlos Porto que, após uma auditoria nas contas do exercício de 2015  constatou um déficit de execução orçamentaria  da ordem de 6.813.922,96 (Seis Milhões, Oitocentos e Treze Mil, Novecentos e Vinte e Dois Reais e Noventa Centavos)   apenas 09 dos 15 vereadores  compareceram  para  acompanhar ou não  o parecer  que indica a rejeição das contas .

Vista como  principal pauta, enquanto não houver  o numero suficiente de vereadores no plenário, que são dez  dos 15  vereadores , enquanto as contas não forem colocadas para  votação, apenas  requerimentos e decretos legislativos  poderão serem apresentados, impossibilitando que  assuntos importantes, como por exemplo o orçamento do município  para 2019, mesmo com a L.D.O já aprovada  continuem na fila de espera  aguardando a sua vez  para entrar em votação.   

Expirado mais uma vez o prazo para defesa, isso porque já são 75 dias que  as contas e o parecer do TCE  esta aguardando para ser votado, além da presidente da câmara  Corina Galindo, outros oitos vereadores , entre eles, Dodo, Daidsom Amorim, Felinho da Serrinha, Luís Cristiano, Dyego de Barão, Peba do Carneiro, André de Toinho  e Élson Francisco  participaram da reunião  que foi encerrada  mais uma vez sem as contas  do ex prefeito serem apresentadas.

Como o regimento interno da casa determina, a matéria continua na ordem do dia, ou seja, nas próximas reuniões  onde nem uma  outra matéria poderá ser votada, enquanto não atingir um terço dos vereadores presentes, que nesse caso são 10.

Estratégia ou não  do ex prefeito, suas contas não entraram para votação porque ; os vereadores Dão Tavares, Euclides do Catimbau, Jordão Briano, Creusa Couto, Leonardo de Gilberto e Ernani Peixoto Neto  não compareceram a reunião  para acompanhar ou não o parecer do Tribunal, aprovar ou rejeitar as contas  do ex prefeito Jonas Camelo .    

Caso estivesse entrado na pauta de hoje, cinco dos vereadores presentes ja tinha se posicionado em acompanhar o parecer  prévio do Tribunal de Contas, ou seja, reprovar as contas do ex prefeito  Jonas Camelo, são eles, Corina Galindo(Presidente) Daidson Amorim, Peba do Carneiro, Élson Francisco e Dodó, quanto aos demais agora e aguardar para ver.   
Tecnologia do Blogger.