Buíque: Mesa diretora da Casa Jorge Domingos Ramos transfere para próxima quinta-feira (22) votação das contas do ex prefeito Jonas Camelo


Na sessão extraordinária  que aconteceu nesta quarta-feira (14)  no plenário da câmara de vereadores do município de Buíque, 10 dos 15 parlamentares  que representam a  população do município , baseados nos princípios legais  o usando o poder que o cargo lhes confere, após   ouvirem instruções do Departamento Jurídico  resolveram  adiar para próxima quinta-feira(22) a votação das contas  do ex prefeito Jonas Camelo de  Neto  no exercício de 2015 conforme parecer prévio emitido pelo  Relator: Conselheiro  Dirceu Rodolfo de Melo Junior do Tribunal de Contas do Estado  (TCE)  através do Processo  de Nº 16100151-3.

Considerando   a falta do  comparecimento e  defesa   do ex prefeito do município que por varias vesses foi  procurado  mais não foi localizado para receber a notificação, entendendo que todo acusado tem  um direito de defesa, a mesa diretora da casa  para não dar o entender  de perseguição  politica, atacou  a justificativa  do jurídico  para  transferir  para próxima reunião  a votação , sendo que desta feita  mesmo o ex prefeito não comparecendo, nem  mandando um representante legal , suas contas  irão para votação porque a própria câmara contratou um advogado que irá  defender o ex prefeito, sendo assim  os vereadores  através de seus votos individuais , seguem o parecer do TCE  que  de  reprovação das contas do exercício de 2015 , ou  votam pela aprovação, já que  este poder  foi denominado  aos vereadores que estão acobertados por Lei.

Diante de um plenário completamente lotado,  além da presidente Corina Galindo, estiveram presentes  na sessão  extraordinária os vereadores : Dodó, Élson Francisco, Leonardo de Gilberto, Ernâni Peixoto Neto, Felinho da Serrinha, Creusa Couto, José Daidson Amorim, Dão Tavares, Peba do Carneiro, enquanto Luís Cristiano, Jordão Briano, Euclides Siqueira, André de Toinho e Diego de Barão não compareceram  em plenário.  

Tecnologia do Blogger.