Ainda em Clima Junino, 8ª Festival de Quadrilhas acontece na comunidade dos Quilombolas na zona rural de Buíque


Pernambuco revela uma história de resistência à escravidão manifestada sob diferentes modelos de organização, formação e estratégias, demonstrando quão diversas foram as formas encontradas por sua população.

Ocupando lugares ora pouco acessíveis, ora próximos às vilas, fazendas ou engenhos, grupos eram formados e a partir deles comunidades, com regras particulares, religiosidades próprias, formas distintas de economia, alianças, redes de proteção e sociabilidade, numa constante negociação por liberdade, que viria a definir a diferença étnica e política destes grupos.

Como fazem parte da cultura viva do município de Buíque, o samba de coco das mulheres Quilombolas na noite deste domingo (14) majestosamente participou oficialmente da abertura do oitavo festival de quadrilha que aconteceu na sede da Associação Comunitária.

Além do Samba do grupo de samba de coco das mulheres Quilombolas , ainda participaram do evento outros  grupos de quadrilhas incluindo a própria quadrilha formada por integrantes daquela localidade mantendo toda originalidade em sua apresentação que durou por cerca de uma hora.reunindo centenas de pessoas que fizeram questão de prestigiar um dos mais relevantes momentos culturais daquela região.

Tecnologia do Blogger.