Buíque: Vereadores aprovam projeto de Lei oriundo do Poder Executivo que dispõe sobre preservação do Patrimônio Histórico criando um Conselho Municipal


Quem foi assistir  ao vivo ou pode acompanhar  pelas suas rede sociais  os trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Vereadores  nesta quinta feira (08)  entendeu que nem  ainda estar distante de se resolver o emblemático caso de um dos mais importantes patrimônio da cultura e da fé dos Buiquenses.
Como uma novela que se arrasta por longos anos, por enquanto  tudo continua como está com o processo de penhora do complexo religioso de Nossa  Senhora das Graças  que  está prestes  a ser executado pela justiça  caso  os poderes   executivo e legislativo  não se entendam e  encontrem uma solução a curto prazo.

Como encontrar uma solução foi a principal pauta do dia no plenário da Câmara, por entender   que  o complexo religioso de Nossa Senhora das Graças além de fazer parte da  vida da população do município , continua sendo um local sagrado  que guarda em suas dependências a historia de uma boa parte da sociedade que já frequentou e continua a frequentar   aquele local mais conhecido como  a capela de Nossa Senhora das Graças e a casa das freiras após ouvir a reivindicação dos colegas de plenário , Corina Galindo optou por colocar em votação o projeto de lei que enviado pelo prefeito Arquimedes Gudes Valença ,cuja ementa dispõe sobre a preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Natural do município , no qual em seu Art 6º fica criado o Conselho Municipal  do Patrimônio Histórico , Cultural e Natural de Buíque  -CMPHC.

Discutido e rediscutido por varias vezes onde em seu  Artigo 4º se define as regras para  que o município procederá ao  tombamento  dos bens que constituem o seu Patrimônio Histórico, Cultural e Natural  após parecer das comissões o referido projeto criando o Conselho Municipal  foi aprovado  no plenário por unanimidade .

Tecnologia do Blogger.