Transparência: Secretárias de Educação e Saúde de Buíque detalham ações para vereadores

 Se em outras cidades secretários tremem de medo de vereadores, em Buíque duas secretárias foram convidadas na semana que passou a dar explicações das ações em suas pastas e saíram-se ainda melhor do que entraram. Se já chegaram com aprovação pelo trabalho desenvolvido em suas pastas, as secretárias Marilan Belisário (Educação) e Janice Rodrigues (Saúde), demonstraram em suas apresentações que além do trabalho a transparência e o diálogo são marcas da gestão municipal.

O principal questionamento à Secretária de Saúde, Janice Rodrigues, foi quanto a insalubridade dos servidores que estão lotados na pasta. A secretária explicou detalhadamente como funciona o sistema de pagamento do benefício e disse que os valores estão sendo pagos, gradativamente,  conforme os direitos adquiridos por cada funcionário.

Ao ser questionada pela situação da Saúde de Buíque, Janice fez um rápido balanço da situação herdada e falou especificamente da questão dos anexos, que foram criados já no governo do prefeito Arquimedes Valença seis (06) unidades dessas de forma a aproximar ainda mais o atendimento em saúde da população. Ela também anunciou aos vereadores que agora, em setembro, dois novos anexos serão inaugurados nos Pereiros e Sítio Fernandes.

À Folha, Janice lembrou também que ao assumir a pasta da Saúde o Centro de Especialidades era junto com a UBS São José e passou a ter espaço próprio. Assim como o centro de fisioterapia hoje tem seu próprio espaço, antes ficava com o Cetro de Endemias e pra dificultar os pacientes tinham que subir batentes para acessar. Abriu o NASF, o CAPS Psiquiatria que já realizou mais de 11 mil atendimentos. Foram abertos 06 anexos das Unidades Básicas de Saúde levando o atendimento para mais perto da população e a casa de saúde, que apesar das dificuldades e mudanças, já realizou mais de 37 mil atendimentos de urgência e emergência nos últimos 3 anos.

“Temos muitas lacunas na saúde, a demanda sempre é crescente, mas já fizemos muito e temos mais para fazer, porque essa é a determinação do prefeito Arquimedes, seja na reforma e conclusão de UBS que foram abandonadas, construção de novas UBSs e a reforma da Casa de Saúde Senador Antônio Farias que deve ser entregue até o final do primeiro semestre do próximo ano”, afirmou Janice
Marilan Belisário, Secretária de Educação, se já entrou grande pelo bom trabalho que vem fazendo na pasta, saiu maior ainda e não se refutou a responder a nenhum questionamento dos vereadores e convidados, como o presidente do Sindicato dos Servidores, Michel Modesto. Apesar de ter assumido a pasta a um ano e três meses em substituição ao professor Eronildo Lopes, Belisário apresentou um balanço bastante positivo de sua gestão. Disse que a questão da insalubridade já estava sendo analisada.

Ela lembrou que assumiu o setor de merenda no começo do governo Arquimedes e isso lhe permitiu conhecer todas as escolas e toda a equipe de merendeiras, funcionários, professores e com eles assumiu o compromisso de entregar o kit de trabalho. Promoveu a I caravana da Educação em 2018, ouviu alunos e pais, professores. Lembrou que no governo passado foram fechadas 40 escolas, devido a nucleação, que é uma exigência do governo federal, e no atual governo esse número não chega nem a 20 unidades.

“Tínhamos uma educação paralisada. A educação de Buíque parou 08 anos. A secretária nem pisava na secretaria; hoje atendemos das 08h às 17h. Trabalhamos de forma planejada, já planejamos até 2022. Pensamos a educação de nosso município à longo prazo. A educação de Buíque não cresceu nos últimos anos porque se pensou a curto prazo, ou nem se pensou”, afirmou Marilan.

A secretária destacou a entrega de kits para merendeiras e auxiliares de serviços gerais, a distribuição de fardamento para quase 10 mil alunos, transporte escolar, merenda sem falta em todas as escolas, capacitação permanente, valorização do professor e educação de qualidade que elevaram mais uma vez o IDEPE de Buíque, que em 2018 cresceu 20,5% em relação à 2016 nos anos iniciais e 29% nos anos finais. Em relação a 2017 teve um crescimento de 17%.

“Estamos sempre à disposição de todos, pronta para receber  aqueles que me procurem em busca de informações referentes a educação do município, até porque sou professora  e hoje estou como secretária. Espero que na próxima vez chamem uma secretária de cada vez, para que possamos aprofundar os debates e mostrarmos as conquistas e melhorias que nosso prefeito Arquimedes vem fazendo na Educação de Buíque”, finalizou a secretária Marilan Belisário.

Fonte: Ascom
Fotos: Sam Silva 
Tecnologia do Blogger.