Ex-prefeito Manoel Tomé larga na frente em Tupanatinga e filia 06 vereadores, atual prefeito Silvio Roque fica com 04 vereadores.

No último dia 04/04  no fechar das cortinas do prazo para filiações partidárias para aqueles que pretendem concorrer nas eleições de 2020. Em Tupanatinga quem sai fortalecido é o ex-prefeito, Manoel Tomé (PSB), que conseguiu arregimentar nada menos que seis (06) vereadores de mandato, o que demonstra toda sua liderança e força política na terra de Santa Clara. A eleição em Tupanatinga tende a ser polarizada entre o ex-prefeito, Manoel Tomé (PSB) e o atual prefeito e candidato à reeleição, Silvio Roque (PP), que conseguiu filiar quatro (04) vereadores que marcharam ao seu lado.
Fato curioso é que todos os vereadores que foram eleitos ao lado do atual prefeito não estarão em seu palanque defendendo sua reeleição, caso do atual presidente da câmara, Neto de Duca, e dos vereadores Dé do Povão e Carlinhos de Idelfonso. Este último inclusive encabeçará a chapa majoritária como candidato a vice-prefeito ao lado de Manoel Tomé que tenta regressar ao poder municipal. Foram eleitos em 2016 pela atual oposição e permanecem ao lado do ex-prefeito, Manoel Tomé, os vereadores Artur Júnior, João Pedro, Costa e o suplente Eltinho Cabelereiro, que inclusive já chegou a assumir o mandato por seis meses. No grupo do atual prefeito, Silvio Roque (PP) chegaram quatro (04) vereadores que foram eleitos pela oposição em 2016 e agora se juntam para defender a reeleição do candidato do partido progressistas, são eles: Dilson, Nenem, Áureo e Wellysson. 
Fato é, que, pela primeira vez na história de Tupanatinga a oposição vai pra uma eleição com maioria dos vereadores detentores de mandato, o que coloca o ex-prefeito, Manoel Tomé (PSB), como favorito nas eleições de 2020.
Tecnologia do Blogger.