Prefeito da Pedra corta em 40% seu salário e em 20% dos comissionados

Diante do quadro da Pandemia do Coronavírus que vem levando o município a gastos extras, bem acima dos repassados pelo Governo Federal, aliado a queda na arrecadação de impostos e transferências constitucionais, o prefeito da Pedra, Osório Filho (PSB), decidiu, por decreto, reduzir os salários do primeiro ao último escalão do governo, incluindo o seu e o do vice-prefeito.Pelo Decreto nº 023/2020, que dispõe sobre a redução nos subsídios do Prefeito, vice-prefeito, Secretários e comissionados, além da suspensão de gratificações em Virtude da pandemia do Coronavirus (Covid-19), Osório Filho reduziu os vencimentos entre 20% e 40%. O maior desconto ficou para o cargo de prefeito.Pelo decreto, também estão suspensas as gratificações concedidas aos cargos em comissão, com exceção dos cargos vinculados a Saúde e a Assistência Social. Também foram suspensas as férias e licenças prêmio durante a validade do decreto.“A Gestão Pública precisa ser responsável, competente e transparente em momentos como este, o que já é praxe para nós. Juntamente com nossa equipe, na análise e projeções financeiras, na queda brusca dos recursos, tomamos a decisão de reduzir nosso próprio salário, o do Vice-Prefeito, Secretários Municipais e cargos Comissionados. Nada mais justo do que participar de tais transtornos ao lado da população, pois aqui em nosso município o exemplo vem de cima”, concluiu Osório Filho.
Tecnologia do Blogger.